Publicidade
Sabado, 23/09/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Ser mãe

Espaço para mamães, gestantes e futuras mamães. Ser mãe é uma dádiva, seja seu filho de sangue, de coração ou apenas um doce desejo! Confira dicas.

A criança adotada

Meu filho é adotado. Fico em dúvida se devo contar ou não a ele sobre isso.

Esta é a grande questão para os pais de filhos adotados: contar ou não? E se contar, como? Sem dúvida, deve-se contar, sempre, e quanto mais cedo melhor. Isto evitará grandes problemas e sofrimentos futuros. Diga à criança, desde pequena, que ela foi adotada, de forma adequada à sua idade e capacidade de compreensão. A idéia é fazer com que a criança incorpore, desde a mais tenra idade, o conceito de que há filhos que nascem da barriga, e há os que nascem “do coração”. E que a adoção é uma coisa tão boa, e tão bonita, que não deve e nem precisa ser escondida de ninguém. Existem técnicas apropriadas para isso, mas não é o objetivo me aprofundar no tema. Há ótima literatura e sites específicos disponíveis na Internet sobre esse tema.

E não existe nenhuma razão para educá-los de forma diferenciada. Nada de “coitadinho” ou de superproteção, valem todos os princípios educativos anteriores.

Ruy do Amaral Pupo Filho
Pediatra, Sanitarista e Escritor

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha