Publicidade
Domingo, 24/09/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Bebês até 1 ano

Tudo o que você precisa saber sobre as primeiras descobertas da criança estão aqui. Entenda o que acontece durante essa fase, desde recém nascidos até o primeiro ano de vida!

Você já ouviu falar no teste do reflexo vermelho ou teste do olhinho?

Este teste é o mesmo que o Exame do olhinho, embora seja um exame pouco conhecido é muito importante, pois ele pode prevenir muitas doenças, salvando a saúde da visão de milhares de crianças.

O exame indica se a criança tem algumas doenças como:

- Catarata congênita: é a falta de nitidez (opacificação) no cristalino. Segundo a OMS a catarata é uma das principais causas de cegueira infantil, ele leva a uma baixa visão do olho acometido, podendo ser corrigido por cirurgias.

- Glaucoma Infantil: este dano está relacionado à pressão dentro do olho. Independente da pressão está alta, normal ou abaixo do normal, ela pode ainda causar dano. A maioria dos tipos de glaucoma é crônica e está presente pelo resto da vida da criança.

- Má formação no globo ocular: miopia, hipermetropia, astigmatismo. Além de Cicatrizes, tumores ou retinopatia de bebês prematuros, que é a principal causa de cegueira infantil.

Segundo dados estatísticos, em todo o mundo, essas alterações atingem cerca de 3% dos recém-nascidos.

O exame que é feito por um equipamento chamado oftalmoscópio, é simples, rápido, indolor e barato e deve ser realizado por um pediatra ou um oftalmologista, e é indicado que se faça, nas primeiras 24 horas de vida do bebê.

O Ministério da Saúde incentiva à realização e afirma que o teste é bem simples, e que deveria fazer parte de exames físicos da criança, independente de leis. Mas infelizmente, ainda são poucos os estados que obrigam o teste e em alguns deles, a lei determina que a criança seja operada em até 30 dias após o diagnóstico confirmar alguma doença.

O teste do olhinho já é obrigatório em estados como Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais, mas a Sociedade Brasileira de Catarata defende a aprovação de uma lei que torne o exame obrigatório em todo o país.

Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica estima-se que, em cada cem crianças nascidas, uma tem catarata, e se este problema for tratado a tempo, pode evitar a cegueira.

Hoje, o Ministério da Saúde disponibiliza somente o exame de Fundo de Olho, que também, serve para detectar algumas doenças, como a catarata congênita. Embora este exame não seja obrigatório, caso os pais solicitem, logo após o nascimento da criança, o teste pode ser feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas infelizmente, ainda são poucos os exames realizados.

A grande importância do exame é a detecção precoce de doenças que podem ser tratadas antes de serem agravadas, como é o caso de tumores, catarata congênita e traumas de parto. Caso não sejam diagnosticados a tempo, estes problemas podem levar à perda irreversível da visão.

É fundamental que pediatras, oftalmologistas e pais lutem pela prevenção da cegueira e pela liberação do exame seja obrigatório em todo o país.

Não se esqueça de pedir o teste do olhinho em seu filho.

Equipe Filhos&Cia
Por Marcela França

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha