Publicidade
Domingo, 24/09/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Gestantes

Esta seção vai ajudar as gestantes a entenderem melhor o milagre da gravidez

Incontinência urinária, gravidez e atividade física

A perda de urina involuntária é chamada de incontinência urinária (IU). Os principais fatores de risco para IU são: idade, obesidade, menopausa, constipação intestinal, gravidez, entre outras. Estes fatores levam ao enfraquecimento do assoalho pélvico (períneo), que é um conjunto de músculos abaixo da pelve que têm como objetivo sustentar os órgãos pélvicos. A IU mais comum é a de esforço em que a perda de urina acontece durante a realização de alguma atividade física. A IU de esforço ocorre comumente em mulheres de 25 a 49 anos de idade.

Durante a gestação a IU pode ocorrer devido a sobrecarga do concepto (feto, placenta, líquido amniótico), útero e do aumento do peso corporal, sobre o períneo. Muitas pessoas acreditam que mulheres atletas e ativas têm um assoalho pélvico fortalecido. No entanto, diversas pesquisas relatam que atividades de impacto como corrida ou esportes que envolvam saltos e corridas são as que mais estão relacionadas com altos índices de IU de esforço. Os esportes que mais contribuem para este fato são ginástica, basquete e tênis com 67, 66 e 50%, respectivamente, das atletas com IU. Entre as mulheres ativas as atividades mais associadas com a perda involuntária de urina foram corrida (38%) e exercícios aeróbicos de alto impacto (34%).

A associação dos fatores para IU podem aumentar estas porcentagens. As mulheres que apresentam IU durante a gestação podem ter maior chance de apresentá-la no pós parto. Um estudo analisando atletas mostraram aumento gradativo de IU antes (12,9%) durante a gravidez (18,5%) e pós parto (29%).

Por este e outros motivos os exercícios de alto impacto como a corrida, a ginástica ou esportes que envolvam saltos e corridas devem ser evitados na gravidez. Sendo assim, recomendo às mulheres que além de realizarem os exercícios de fortalecimento geral do corpo, que também se preocupem em fortalecer os músculos do assoalho pélvico antes, durante e após a gestação. São exercícios de fácil execução e que devem ser realizados várias vezes ao dia. Contraia e relaxe o períneo enquanto você assiste TV, lê um livro ou navega na internet, ou mesmo enquanto está executando exercícios na ginástica.

Drª Valéria Almeida
Professora de Educação Física

 

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha