Publicidade
Sexta-feira, 15/12/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Bebês até 1 ano

Tudo o que você precisa saber sobre as primeiras descobertas da criança estão aqui. Entenda o que acontece durante essa fase, desde recém nascidos até o primeiro ano de vida!

Dieta de emagrecimento para crianças de até 5 anos de idade?

Algumas mães preocupadas com a própria forma física e com o histórico de descontrole de peso fazem por conta própria dietas de emagrecimento em seus bebês. As crianças estão em fase de crescimento e desenvolvimento, e suas necessidades energéticas estão aumentadas. A inadequada restrição de alimentos pode acarretar em deficiências nutricionais que causam alterações no desenvolvimento normal da criança.

A prevalência mundial da obesidade infantil vem apresentando um rápido aumento nas últimas décadas, sendo caracterizada como uma verdadeira epidemia mundial. No Brasil, bebês e crianças de até 5 anos de idade apresentam peso ligeiramente superior ao padrão internacional estabelecido pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Indicando que já nesta faixa etária devemos sim estar atentos a alimentação dos bebês para evitar um ganho excessivo de peso a partir dos 5 anos de vida, atingindo os dados alarmantes de crianças e adolescentes com obesidade no país.

Primeiramente deve-se avaliar se a criança verdadeiramente apresenta excesso de peso. Um profissional de saúde qualificado, pediatra ou nutricionista, faz o diagnóstico utilizando medidas como peso e altura, tabelas e curvas de crescimento de referência, bem como o histórico de crescimento da criança. Caso identifique-se excesso de peso devido acúmulo de gordura corporal indica-se a mudança de hábitos alimentares.

Crianças de até 5 anos de idade não devem fazer restrições de grupos alimentares, a exemplo das dietas populares de emagrecimento, como as dietas da proteína, do índice glicêmico, do abacaxi e muitas outras. Crianças estão em fase de crescimento e desenvolvimento acelerado e suas necessidades nutricionais são diferentes das encontradas nos adultos.

Não é indicado o uso de alimentos diet para, bebês e crianças de até 5 anos. Estes produtos geralmente são alimentos ricos em aditivos químicos como corantes,  adoçantes e conservantes, que além de conterem pouca caloria podem desencadear processos alérgicos. Também não devemos oferecer produtos light, que restringem a gordura saturada e colesterol, importantes gorduras para a formação de várias estruturas corporais, entre elas as membranas celulares.

Importante lembrar que a alimentação dos pais reflete diretamente nas crianças. Pais que não tem o hábito de ingerir alimentos frescos, terão filhos com o mesmo erro alimentar. Os bebês que estão acima do peso geralmente consomem poucas frutas e verduras e excesso de produtos industrializados contendo açúcar refinado e gorduras hidrogenadas ou inter esterificadas.

Drª Isabel Jereissatti
Nutricionista pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional e em Nutrição Materno-infantil

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha