Publicidade
Sexta-feira, 15/12/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Bebês até 1 ano

Tudo o que você precisa saber sobre as primeiras descobertas da criança estão aqui. Entenda o que acontece durante essa fase, desde recém nascidos até o primeiro ano de vida!

A importância do teste da orelhinha

De cada mil crianças que nascem no Brasil todos os anos, pelo menos duas apresentam algum tipo de problema na audição. O teste da orelhinha é feito, para detectar precocemente as deficiências auditivas e é indicado para ser realizado ainda no berçário da maternidade de forma rápida, simples e gratuita.

Uma Lei sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há quase um ano, obriga as unidades de saúde em todo o Brasil a fazer o exame. A lei contribui para que todos tenham acesso ao teste, que serve para identificar 90% das perdas auditivas, das mais leves até as mais profundas.

Segundo o IBGE, quase 6 milhões de brasileiros têm algum problema auditivo, com o teste da orelhinha, muitos problemas podem ser diagnosticados de forma rápida e simples. Normalmente o teste da orelhinha é realizado ainda na maternidade e serve como um método importante de triagem de recém-nascidos que podem apresentar deficiências auditivas. Um diagnóstico correto e rápido pode minimizar grandes consequências, a solução deve ser individualizada para cada paciente.

Dependendo do grau da doença existem tratamentos medicamentosos, cirúrgicos ou em alguns casos aparelhos para surdez, mas algumas situações podem ser irreversíveis, tendo apenas como opção o uso de aparelho auditivo para suprir a deficiência.

O tempo de tratamento depende da causa e do grau da perda auditiva. Quando a perda auditiva é diagnosticada cedo e o tratamento é realizado até os seis meses de idade, a criança apresenta um melhor desenvolvimento emocional, cognitivo, social e de linguagem (começando a balbuciar).

Normalmente nas crianças, os problemas de audição são detectados apenas quando elas estão na fase escolar, com o teste da orelhinha, existe prevenção para um prognóstico.

Desde 2003 o teste é oferecido em todas as maternidades de Foz de Iguaçu, é também obrigatório no Estado do Paraná.

Segundo o Ministério da Saúde, o teste da orelhinha já é um exame que consta na tabela de procedimentos do Sistema Único de Saúde (SUS), oferecido gratuitamente à população, e em 2009, foram feitos 270.000 testes da orelhinha nos municípios onde o serviço era oferecido, número 46% maior que os 184.000 exames realizados pelos SUS no ano de 2008.

Em caso de suspeita de problemas auditivos, a criança deve ser encaminhada para uma avaliação audiológica o quanto antes.

Equipe Filhos & Cia
Por Marcela França

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha