Publicidade
Segunda-feira, 25/09/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Gestantes

Esta seção vai ajudar as gestantes a entenderem melhor o milagre da gravidez

Deixando o estresse de lado

O estresse na gravidez pode causar sérias consequências para você e para o bebê. Uma delas, pode ser o nascimento prematuro, e para que nada aconteça é fundamental manter a mente calma e o coração tranquilo.

A chegada de seu filho é uma excelente razão para você deixar as preocupações de lado. No período de gestação, episódios de estresse muito intensos podem trazer consequências negativas. O aumento da incidência de prematuros tem relação com toda agitação, diz o obstetra Alberto D’Auria.

“A adrenalina, homônio ligado ao estresse pode apressar o parto, quanto mais tempo o feto ficar dentro do útero, melhores são as expectativas”, afirma D’Auria. Uma semana na UTI Neonatal, corresponde a dois dias e meio no útero da mãe, por isso, é necessário manter a calma.

A hipertensão é uma das consequências do estresse, e quando isto acontece, o bebê recebe menos sangue e esta nutrição deficiente, pode trazer problemas futuros para ele, como depressão, tendência à violência e até esquizofrenia.

A gestação implica em uma revolução no metabolismo: mais sensibilidade, mais responsabilidade, mais custos e isto resulta muitas vezes em mais estresse. A mulher de hoje é multifuncional, além da administração da casa, do marido, do trabalho, ela tem a função de administrar da melhor forma a chegada de um filho.

Estudos revelam que o estresse feminino em relação à gravidez é três vezes maior que o do homem.

O excesso do estresse é responsável pela depressão pós-parto e pela síndrome do pânico, problema que atinge grande parte das mulheres, após dar à luz.

Nos casos da depressão pós-parto, a mulher não consegue ter uma conexão afetiva com o bebê, não se adapta a realidade de mãe. Já com a síndrome do pânico, os sintomas caracterizam-se como crise de ansiedade.

É importante que a mãe estabeleça desde antes do nascimento, contatos auditivos com a criança, lembrando que o bebê escuta tudo de dentro da barriga e é claro não esquecer um acompanhamento pré-natal, que é essencial para o desenvolvimento do bebê.

CONSEQUÊNCIAS DO ESTRESSE

*Depressão; *Pressão alta; * Aborto espontâneo; *Parto prematuro; *Bebê com baixo peso; * síndrome do pânico.

DICAS PARA RELAXAR

*Durma muito bem, o sono excessivo na gravidez é normal, cochilar é bom sempre que possível;
*Massagens aliviam a tensão e relaxa todo o corpo;
*Pratique atividade física;
*E não esqueça curta cada momento, pois só duram nove meses.

Equipe Filhos&Cia

Por Marcela França

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha