Publicidade
Segunda-feira, 25/09/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Crianças de 2 a 6 anos

As melhores dicas de desenvolvimento, saúde, educação, comportamento e entretenimento para os pequenos.

A paciência acabou e agora?

Todos nós somos humanos com preocupações e estresse do dia-a-dia. Às vezes perdemos a paciência e temos vontade de jogar tudo para o alto. Este mês darei algumas dicas de como lidar com esses momentos em família.

Um filme que retrata muita bem essa situação e “Uma mãe em apuros” com Uma Thurman e Anthony Edwards.

O filme mostra um dia na vida de uma família americana em pleno verão de Manhattan. A mãe esta tentando escrever um artigo para ganhar um concurso e conseguir uma coluna ao mesmo tempo em que e o dia da festa de aniversario da filha mais velha do casal.

O que mais me chamou a atenção foi como o casal consegue resolver tudo sem ressentimentos mostrando que a vida em família é feita de um dia de cada vez.

Ao assistir o filme pude me dar conta como o cotidiano de todos nós é corrido. Não existem fórmulas de como devemos agir. Mas algumas dicas nunca são demais:

- Comunicação: Primeiro é necessário que se perceba qual o tipo de comunicação verbal e não verbal que era usada na família de origem de cada um dos pais para depois criar a própria. Com tempo e paciência a comunicação das famílias de origem começara a fazer parte da nova família e haverá uma mistura.

- Flexibilidade: Para diminuir o estresse é necessário, ser flexível quanto à mudança de planos, horários e compromissos que ocorre no dia a dia.

- Paciência: A paciência nesse momento é uma grande aliada dos adultos para que os obstáculos sejam superados e também entender que uma família e criada com anos de erros e acertos.

- Senso de humor: Conte com o bom humor para manter a família junta e enfrentar dificuldades. Bom humor para quando acontecerem mudanças de planos.

- Respeito ao próximo: Nem todos precisam pensar igual para que haja respeito ou entendimento.

- Aceite imperfeições: Aceite que não existe família perfeita. Se você quiser uma família perfeita só ficará frustrado (a). As famílias da televisão não são reais e todos temos imperfeições.

- Seja você mesmo: Não tente ser o que você não é. As pessoas captam muito rapidamente o que você está tentando mostrar ou ser.

- Honestidade: Seja honesto quanto aos seus valores para que você passe um senso de confiança. .Não tenha medo de mostrar os seus valores, só assim poderá criar um ambiente de carinho e amizade.

- De espaço à todos: Em uma família a fim de que relações saudáveis sejam formadas é muito importante que todos tenham espaço para se colocarem.

Betina Serson
Psicopedagoga

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha