Publicidade
Quarta-feira, 13/12/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Crianças de 7 a 12 anos

As melhores dicas reunidas, desde a fase dos "porquês" até a pré-adolescência.

O trabalho

O trabalho é uma atividade extremamente saudável para o ser humano.  Todos gostam se sentir úteis e produtivos, até mesmo as crianças pequenas. Estamos falando em trabalho em um sentido amplo, englobando desde pequenas tarefas caseiras, que podem ser desempenhadas por crianças, até as atividades remuneradas que os adolescentes podem realizar.

A legislação brasileira proíbe o trabalho dos jovens com menos de dezesseis anos, exceto em situações especiais. Como no caso dos aprendizes, que podem trabalhar a partir dos quatorze anos. O objetivo é proteger a saúde e evitar que os jovens deixem a escola devido ao trabalho. Ou ainda, que exerçam atividades penosas ou estafantes,  para as quais seu organismo não está preparado.

Respeitada a lei, a verdade é que todos deveriam começar a trabalhar cedo, para usufruir as grandes vantagens que essa prática traz.

Desde pequenas as crianças podem e devem aprender a participar do trabalho doméstico. Mesmo aquelas que não precisam, deveriam aprender a guardar sua própria roupa, arrumar a cama e o quarto. Quando crescem um pouco, podem aprender a lavar e guardar a louça, fazer pequenas faxinas, etc. De forma leve, sem compromisso com quantidade ou volume de serviço.

O objetivo não é economizar mão-de-obra com as funcionárias necessárias. Mas sim de ensinar a criança a ser independente e ter responsabilidade sobre sua própria vida pessoal.

Já os adolescentes têm hoje a oportunidade de se envolverem com trabalhos voluntários, que ajudam a despertar e amadurecer um grande senso de responsabilidade social. O Brasil despontou nos últimos anos como um dos países com maior envolvimento da sociedade em trabalhos voluntários.

O trabalho voluntário geralmente é feito em período parcial, em alguns horários da semana, de forma a ser acessível para quem estuda ou tem outras atividades. Existem várias áreas disponíveis, como a de assistência a idosos, creches e orfanatos, pessoas com deficiência, projetos ambientais, de preservação da vida animal, alfabetização e muitas outras.  Cada entidade tem suas regras quanto aos requisitos de idade mínima, horários, características pessoais necessárias, etc.

Mas um alerta se faz necessário. Trabalho voluntário não significa que não há compromisso ou que pode ser feito quando o voluntário quiser. Pelo contrário, ao assumir um trabalho voluntário a pessoa se compromete com uma instituição, e deve levar muito a sério tudo que combinou.

As atividades voluntárias constituem atualmente um importante ponto positivo no currículo das pessoas, e são muito valorizadas na hora de uma contratação para um emprego remunerado.

Para o jovem, traz inúmeras vantagens, como desenvolver o senso de solidariedade, de responsabilidade com a comunidade, além de amadurecimento e crescimento pessoais. Para a instituição, é uma forma de superar a crônica dificuldade de contratar e manter mão de obra.

Para quem quiser se informar mais sobre trabalho voluntário no Brasil, existem ótimos sites na internet, basta fazer uma pesquisa com a palavra-chave “voluntário” que inúmeras e ótimas opções aparecerão.

Para os que têm mais de dezesseis anos, uma outra opção é o trabalho profissional, remunerado, que pode ser realizado em horários parciais, sem atrapalhar os estudos. O setor de serviços oferece ótimas oportunidades, onde o jovem irá amadurecer e descobrir o grande prazer de desempenhar uma tarefa ganhando seu próprio dinheiro.

Os jovens devem atentar para as qualidades humanas que as empresas valorizam nos dias de hoje, que são a criatividade, a flexibilidade e a capacidade de trabalhar em equipe. Bom humor, alegria, facilidade nas relações interpessoais são outras  características pessoais que ajudam a conquistar e manter um bom emprego. Além da competência, é claro!

Ruy do Amaral Pupo Filho
Pediatra, Sanitarista e Escritor

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha