Publicidade
Domingo, 17/12/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Gestantes

Esta seção vai ajudar as gestantes a entenderem melhor o milagre da gravidez

O fumo na gestação

No Brasil, cerca de 1 a cada 4 gestantes fumam e 80% das mulheres fumantes mantém o hábito na gravidez. O hábito de fumar torna-se um tema importante de se discutir durante a gestação, pois é extremamente nocivo. A nicotina é uma substancia que provoca diminuição das artérias que irrigam o útero (vasos sanguíneos que levam oxigênio e nutrientes para o feto). Desta maneira, fumar na gravidez pode provocar diminuição no crescimento do feto, e há aumenta a chance aborto. Alem disso, no pós parto  promove a diminuição na quantidade do leite. Outro fator observado em pesquisas foi a menor adesão ao pré-natal por mulheres fumantes.

Dentre as terapias que podem ser usadas durante a gravidez para se diminuir o uso do cigarro está a prática de exercícios físicos.

Uma pesquisa(1) realizada em Londres com 32 mulheres que se declararam fumantes em sua primeira visita no pré-natal, no oitavo mês de gestação 25% tinham parado de fumar. Estas mulheres realizaram exercícios físicos de intensidade leve a moderada elas eram encorajadas a realizarem pelo menos 30  minutos de caminhada por dia por pelo menos 5 x por semana. Mas o nível almejado era de 110 minutos / semana de atividade física, pois era o tempo relacionado com abandono do cigarro em outros estudos com mulheres não gestantes. As mulheres relataram que a intervenção ajudou na manutenção do peso, redução da ânsia do cigarro e uma maior confiança para deixar de fumar.

1. Ussher et al. Physical activity as an aid to smoking cessation during pregnancy: Two feasibility studies. BMC Public Health. 2008; 8: 328.

Drª Valéria Almeida
Professora de Educação Física

 

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha