Publicidade
Domingo, 17/12/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Bebês até 1 ano

Tudo o que você precisa saber sobre as primeiras descobertas da criança estão aqui. Entenda o que acontece durante essa fase, desde recém nascidos até o primeiro ano de vida!

O desmame – parte II

Um problema que surge com freqüência é do da criança com idade ao redor de um ano, que começa a recusar a alimentação, e só quer mamar no peito. Passa a acordar a noite toda, quer mamar de hora em hora, ninguém dorme mais. A curva de ganho de peso cai ou estaciona, e a família fica estressada sem saber o que fazer.

A primeira providência para colocar ordem na casa, é estabelecer alguns horários fixos para a mamada. Por exemplo, quatro vezes ao dia: de manhã, após o almoço, após a janta, e antes de dormir.  Em hipótese alguma amamentar fora destes horários. Mesmo que a criança chore, berre, ou faça birra.

Se o bebê acordar durante a noite, a mãe (ou pai!) deve ir até o quarto, fazer um cafuné e no máximo dar um golinho de água. Mas sem tirá-lo do berço! Depois, pode-se ficar um pouco por perto, mas sem dar atenção direta para o bebê. A  mamada noturna, após os três ou quatro meses de idade, pode levar posteriormente a cáries e obesidade no bebê e estafa nos pais.

Sem dúvida, o bebê vai reclamar, chorando bastante durante alguns dias. Mas, para educá-lo, não há outro jeito. Esse choro vai durar apenas uns sete ou oito dias, depois ele se acostumará e dormirá tranqüilo. Todos os familiares devem estar de acordo com o que vai ser feito, para que ninguém fraqueje na hora do choro. Lembre-se de que este é um passo importante para o amadurecimento do bebê e para a manutenção de um bom estado nutritivo.

Quando a criança já não está mais mamando durante a noite, e já tem os horários de mamada do dia bem estabelecidos, pode-se começar o desmame final.

Primeiro, explique à criança que ela já está grande e não precisa mais do peito. Mesmo uma criança de um ano, que tem uma capacidade de compreensão ainda reduzida,  poderá aproveitar alguma coisa da explicação.

Supondo-se que a criança esteja mamando quatro vezes ao dia, o desmame começa retirando-se uma mamada por vez, com intervalos de sete ou dez dias entre cada retirada. Para ficar mais claro, vamos imaginar o exemplo daquela criança que mama de manhã, após o almoço, após a janta, e antes de dormir. Tira-se primeiro a mamada da manhã, após dez dias tira-se a mamada do almoço. Mais sete ou dez dias e suspende-se a mamada da janta, e por fim, após mais dez dias, retira-se a última mamada, a da noite.

Mesmo que alguém fraqueje, não se deve voltar atrás, para não perder todo o trabalho. Um ponto muito importante é reservar alguns dos antigos horários de mamada para dar um colinho e uma boa atenção para a criança.

As pessoas sempre perguntam sobre outros métodos, como passar pimenta no seio. Será que resolve? Não resolve. Nada substitui a decisão firme, coerente e consciente. É preciso decidir e manter-se firme.

É bom lembrar também, que a  criança que sai do peito nesta faixa de idade não precisa de mamadeira. Para a administração de líqüidos deve-se usar diretamente o copo comum, de bordas grossas, onde ela vai aprender a sorver o conteúdo.

Ruy do Amaral Pupo Filho
Pediatra, Sanitarista e Escritor

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha