Publicidade
Segunda-feira, 25/09/2017
Busca
Buscar
Facebook
Twitter
RSS
Cadastre seu e-mail em nossa newsletter

Bebês até 1 ano

Tudo o que você precisa saber sobre as primeiras descobertas da criança estão aqui. Entenda o que acontece durante essa fase, desde recém nascidos até o primeiro ano de vida!

Os cuidados com o umbigo – o curativo

O curativo do umbigo deve ser feito três a quatro vezes por dia, limpando-o com álcool a 70%, produto encontrado nas farmácias. Basta levantar o coto umbilical e limpar bem por baixo dele, usando hastes flexíveis com algodão embebidas no álcool.

Nos primeiros dias a flexibilidade do coto facilita o trabalho. Após dois ou três dias o coto umbilical torna-se mumificado, rígido, dificultando o curativo.

Cem por cento das mães têm medo de manipular o coto e não fazem corretamente o curativo. Temendo infundadamente machucar a criança, acabam por expô-la ao risco de uma infecção umbilical por falta de uma boa limpeza do local.

Pequenos sangramentos no umbigo, que sujam um pouco a fralda, são normais e não devem preocupar. Não é necessário usar gazes ou faixas para cobrir a região.

Quando o curativo é bem feito e o  cordão não é muito grosso, o coto costuma cair por volta de sete dias de vida. Após a queda deve-se continuar passando o álcool a 70% por mais alguns dias.

As vezes a cicatrização após a queda não se dá completamente e forma-se um tecido chamado granuloma, que é alto, avermelhado e sangra com facilidade. Para tratá-lo bastam geralmente uma ou duas aplicações de nitrato de prata em bastão, procedimento feito pelo pediatra no próprio consultório.

Quando apesar dos cuidados (ou por falta deles) ocorrem infecções, usam-se antibióticos por via oral ou em forma de pomada.

Outro problema que pode surgir é a hérnia umbilical, que não tem relação com o curativo, pois a criança já nasce com ela.  Caracteriza-se por um abaulamento do umbigo que aparece quando a criança chora. Geralmente só é percebida algum tempo após a queda do coto. Não requer tratamento na maioria das vezes, pois se resolve espontaneamente até 3 anos de idade. O uso de faixas ou moedas é absolutamente desnecessário, e pode até ser prejudicial, pois podem causar grandes irritações na pele e até infecções.

Ruy do Amaral Pupo Filho
Pediatra, Sanitarista e Escritor

 
Deixe seu comentário:
Nome:
E-mail* ( Seu e-mail não será divulgado! )
Comentário*
 
Gestação Semana a semana

E-mail

Senha